OS MITOS QUE PREJUDICAM QUEM FAZ EXERCÍCIO

A prática de atividades físicas e de esportes ganhou muitos adeptos nas últimas 3 ou 4 décadas. Podemos admitir que ocorreu um verdadeiro fenômeno particularmente no nosso país, onde o número de praticantes de exrcícios físicos nos parques, ruas, academias, clubes etc cresceu de maneira exponencial.

Apesar de todo este crescimento, e de aumento expressivo de publicações e informações sobre esta área de conhecimento, ainda constatamos existir um sem número de informações erradas ou “mitos” que prejudicam e até desestimulam muitas pessoas que fazem ou pretendem fazer atividades físicas ou praticar uma modalidade esportiva.

Os exemplos são muitos, mas podemos aqui destacar apenas 3 “pérolas” de um verdadeiro acervo de más informações:

1-      EXERCÍCIO FAZ CRESCER

Este é um mito que ilude pais e responsáveis por crianças cuja herança genética certamente não proporcionará a chance de atingir a estatura que se gostaria de ter. A ilusão de que a prática de esportes na fase de crescimento e desenvolvimento irá potencializar o crescimento estatural talvez até podemos dizer, infelizmente, não procede. O exercício físico nesta idade é fundamental, pois irá proporcionar saúde e qualidade de vida, até como um investimento para a idade adulta, mas não dará mais centímetros de estatura. A estatura a ser atingida ao se completar a fase de crescimento, é fundamentalmente decorrente da herança genética. Algumas situações podem alterar esta condição como disfunções hormonais, desnutrição etc, porém nestes casos quem deve intervir é o médico e não o exercício.

2-      EXERCÍCIOS ABDOMINAIS REMOVEM GORDURA DA CINTURA.

O chamado abdomen de “tanquinho” ou barriga “chapada” tornou-se objetivo de muita gente, até mesmo daquelas pessoas cuja genética não foi muito favorável. Com este propósito percebemos existir uma verdadeira obsessão por “malhar” o abdomen. É claro que exercícios que solicitam atividade contráctil ou sobrecarga da musculatura abdominal, vão fortalecer os músculos desta região. Este fortalecimento pode inclusive após bastante investimento definir a musculatura desta parte do corpo dando aquele aspecto tão desejado. O que não se pode pretender é remover a camada de gordura que geralmente se acumula nesta região somente com exercícios abdominais. Para reduzir a gordura corporal é absolutamente necessário um investimento mais trabalhoso. Além da imprescindível reeducação dos maus hábitos alimentares, o exercício efetivo para este propósito não é o exercício localizado e sim o modelo de exercícios dinâmicos ou aeróbicos como andar, correr, pedalar, dançar etc. Somente exercícios com gasto calórico significativo como estes poderão remover gordura e deixar o abdomen preparado para ser “definido” com exercícios localizados.

3-      SUAR – QUANTO MAIS MELHOR PARA PERDER PESO.

Confundir perder líquido por sudorese com perder peso é outro erro consagrado pelo uso. Este conceito errado leva muita gente a adotar o hábito perigoso de usar agasalhos inadequados e incompatíveis com o conforto térmico ao fazer exercícios. O raciocínio imediatista e sedutor é o hábito de se pesar antes e após fazer exercícios e imaginar que a diferença de peso representa redução de gordura ou massa corporal. Esta diferença é ilusória e só aponta para o quanto nos desidratamos durante o exercício recém realizado. A queima de gordura em uma hora de exercícios por exemplo não vai ser maior que no máximo uma centena de gramas da nossa massa corporal. Quem percebe uma diferença de por exemplo 1 quilo, constatou, na verdade, que perdeu e não repoz quase um litro de água. Este “peso perdido” o organismo vai repor rapidamente gerando sede, diminuindo a diurese etc. O ideal inclusive era não ter havido esta perda sem reposição, ingerindo líquidos durante o exercício e sobretudo ter usado roupas adequadas para se perder calor e não aquele agasalho “fashion” porém termicamente inadequado.

 

Colaboração: Dra Gerseli Angeli

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s