O HORÁRIO DE VERÃO

A mudança de uma hora no horário em decorrência do horário de verão sempre gera polêmicas apesar de já ser praticamente um hábito incorporado à vida dos brasileiros.

As reclamações de alguns e até a comemoração de outros, fatos esses que são rapidamente esquecidos dentro de poucos dias, tem como razão de ser uma pequena alteração transitória em um fenômeno biológico chamado ciclo circadiano. Este ciclo é um processo diário de alterações de algumas variáveis fisiológicas que determinam oscilações à cada 24 horas de fenômenos subjetivos como disposição física, estado de humor apetite entre outros e também oscilações cíclicas de indicadores orgânicos como temperatura corporal, metabolismo e até dos mecanismos de defesa.

Todos nós temos o nosso relógio biológico decorrente destes fenômenos, o qual é em última análise regulado por variações hormonais controladas pelo ciclo claro-escuro obviamente associado com a duração dos períodos dia-noite.

O curioso é que pessoas  sujeitas à mesma duração do período claro-escuro por morarem na mesma cidade apresentam oscilações com sincronismos diferentes. Isso explica diferenças de um para outro de momentos do dia de maior disposição, melhor humor etc. O difícil é entender as razões destas diferenças, que provavelmente têm a ver com características genéticas ainda pouco compreendidas.

Diferenças até de temperamento e humor em decorrência da estação do ano, e consequentemente da duração do ciclo claro-escuro estão relacionadas ao mesmo mecanismo.

Quando se inicia o horário de verão ocorre uma pequena mudança no sincronismo habitual das nossas atividades diárias com os respectivos momentos do ciclo circadiano, porque apesar da hora lida no relógio mudar, o ciclo claro-escuro continua sem alteração. Isso gera principalmente no início da manhã alguns pequenos desconfortos para algumas pessoas, principalmente os “madrugadores’, mais ainda aqueles que têm como hábito fazer exercícios físicos logo nas primeiras horas do dia.

De qualquer forma a grande maioria das pessoas rapidamente se adapta a esta alteração, principalmente porque o ciclo claro-escuro também vai mudando com a aproximação do verão, aumentando o período diário de claridade.

Anúncios

4 thoughts on “O HORÁRIO DE VERÃO

  1. Meu querido e admirado doutor Turíbio, vou fazer uma afirmação e gostaria que você a reparasse ou corrigisse, sobre a “polêmica” acerca do horário de verão:
    O HV em absoluto mexe com a biologia das pessoas. O efeito é meramente psicológico e levado pela comoção geral, o conhecido “maria-vai-com-as-outras”. Na prática nada acontece.
    Explico:
    Fenômenos bioquímicos apenas são afetados em limites muito estreitos. Por exemplo, para um US Bolt melhorar uma fração de centésimos de segundos em sua marca nos 100 metros rasos, será necessário um hiper-treinamento, um refinamento exagerado. E daí, talvez ocorra a melhora. Já para um amador, como eu sou, correndo os meus 10km, a melhora em alguns minutos não representa, bioquimicamente qualquer alteração significativa dos fenômenos.
    Ou, exemplificando, por meio do humor. É conhecimento popular que o riso abre a mente. Por isso gosto de me expressar com humor, de preferência o bom humor:
    Para um campeão de Fórmula Um, ganhar milésimos de segundos é um desafio heróico. Já para o Rubinho Barricelo não, pois ele nem necessita de cronômetro. Dizem: bom, ele deve estar pra chegar…
    Diga Mestre, onde eu errei?
    Um abraço e parabéns pelo seu blog.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s