VOCÊ É DEPENDENTE DE EXERCÍCIO?

Um dos capítulos mais interessantes da fisiologia do exercício diz respeito à relação  entre a prática regular e constante de exercícios físicos e um possível mecanismo de dependência que se instala.

A neurofisiologia estabelece alguns padrões para o chamado mecanismo de dependência psíquica. Por exemplo, o mecanismo que se instala em função do abuso de uma droga, está diretamente relacionado ao “poder reforçador´  da mesma.

Uma substância tem propriedade reforçadora positiva quando seus efeitos são prazerosos, aumentando a possibilidade de ser auto-administrada em virtude da “recompensa”  de prazer que proporciona. No entanto, uma droga também pode ser consumida repetidamente devido às suas propriedades reforçadoras negativas. O reforço negativo baseia-se na redução ou extinção de um estado geral desagradável, como ansiedade ou sintomas de abstinência. Ambos os mecanismos de reforço podem contribuir para a gênese e manutenção da dependência.

Alguns autores sugerem que um dos importantes fatores no desenvolvimento da compulsão excessiva à substâncias abusivas, seja o aumento da atividade do chamado sistema opióide após o início do consumo destas substâncias. O sistema opióide é o responsável pela liberação de substâncias que nós conhecemos com o nome de beta-endorfinas.

Alguns pesquisadores constataram por exemplo que indivíduos classificados como de alto risco genético para o consumo excessivo de álcool apresentavam baixos níveis de beta-endorfina no sangue e pronunciada liberação de beta-endorfina em resposta à ingestão de álcool. Estes indivíduos viriam a ser dependentes do álcool por terem portanto “facilidade” de liberar beta-endorfina. Discute-se da mesma forma um possível mecanismo de dependência, ou comportamento compulsivo para o jogo, sexo, hábitos alimentares excessivos ou o exercício físico.

Em todos estes casos existiria como fator comum a recompensa prazerosa decorrente da liberação de beta-endorfina.

Uma proposta a ser feita, caso seja comprovada a hipótese, talvez possa ser a substituição dos vícios compulsivos como alcoolismo, abuso de drogas ou excesso de ingestão de alimentos pela prática de exercícios. Em outras palavras o exercício seria o “tratamento” para estes problemas!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s