TESTOSTERONA, ARMSTRONG E PISTORIUS. A PONTA DO ICEBERG

O noticiário esportivo divulgou a descoberta de testosterona na casa de Oscar Pistorius.

Pouco a pouco, o mundo vai percebendo que o ciclista Lance Armstrong é apenas a ponta do iceberg.

Infelizmente, engana-se quem pensa que o esporte de alto rendimento é sinônimo de saúde.

Com o objetivo de conquistar medalhas e alcançar o lugar mais alto do pódium, o atleta de alta performance está o tempo todo buscando superar os limites do próprio corpo, e portanto, inevitavelmente ele acaba fazendo concessões a sua saúde. Conviver com dores faz parte da rotina do atleta.

Ao longo de anos trabalhando com esses atletas, foram inúmeras as situações em que tomamos contato com casos de doping nas mais variadas modalidades. A principal justificativa era a alegação de que muitas vezes era impossível  superar determinados  atletas que sabidamente  faziam uso de doping e, portanto, na melhor das hipóteses, por melhor desempenho que esse atleta “limpo” tivesse numa competição, ele(a) sempre chegaria atrás dos que usavam.

Chegamos a ouvir de um atleta a seguinte colocação: “Na largada da prova eu olhava para minha direita e para minha esquerda e constatava que na melhor das hipóteses eu chegaria em terceiro!”

Ninguém nega o enorme esforço que as entidades de controle anti-doping têm feito na tentativa de coibir o uso de substâncias proibidas e, nos últimos anos, felizmente, temos visto a mobilização pública de muitos atletas neste mesmo sentido.

Esse processo de “limpeza” do esporte será lento, uma vez que é necessário que toda uma nova geração de atletas esteja conscientizada e engajada nessa campanha.

No entanto não podemos esquecer que muitos dos recordes, troféus e medalhas entregues até aqui, foram conquistados às custas do uso de recursos ilícitos, planejados minunciosamente por profissionais especializados, para que não fossem detectados.

Quantas medalhas e recordes seriam anulados se todas as contra-provas fossem testadas novamente com os recursos de hoje? Não seria só a medalha de Armstrong que teria que ser devolvida.

 Infelizmente, o iceberg é muito grande.

Anúncios

8 thoughts on “TESTOSTERONA, ARMSTRONG E PISTORIUS. A PONTA DO ICEBERG

  1. Parabenizo pela publicação Dr Turibio e este trabalho de conscientização tem ir além dos blogs ou outros canais de mídia, é papel principal do professor de Educação Física levar este tema tão amplo para seu dia-a-dia, os malefícios que levam o ganhar ilicitamente e os problemas que acarretarão em sua vida como um todo. Grandes publicações que sempre sanam as inquietações do público em geral. Parabéns!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s