MEDIDA CERTA, PROPOSTA ERRADA

O quadro Medida Certa da rede Globo sem dúvida nenhuma é de grande importância e mostra que a prevalência do sobrepeso e do sedentarismo é hoje um fato que, além de já ser caracterizado como uma verdadeira epidemia, com certeza dá muita audiência.
Com certeza, a intenção é muito boa, uma vez que o projeto procura levar a proposta de fazer exercícios, estimulando a população com ações promocionais em praças públicas, além de usar artistas conhecidos para promover uma maior sensibilização.
Apesar de bem intencionado, o projeto tem algumas deficiências que talvez sejam consequência de priorizar a audiência, que com certeza é a mola propulsora da maior importância.
O que mais chamou a atenção foi a falta de um diagnóstico adequado do estilo de vida e das aptidões e necessidades específicas dos participantes. O cuidado com a prevenção de problemas, que inclusive já provocou uma séria dificuldade em uma das participantes, não foi devidamente considerado. Sabemos que os métodos de avaliação empregados deixaram muito a desejar. Este é um aspecto que chama muito a atenção, porque estamos falando de um quadro que está servindo de exemplo para milhões de pessoas.
Agora, o problema mais sério é o método utilizado, talvez fruto da necessidade de criar um quadro para a televisão em um programa semanal. A proposta de um programa de intervenções agressivas nós já sabemos que não funciona como resultado definitivo. É quase a mesma proposta de um spa, onde as pessoas são “patrulhadas” com restrições muito agressivas, perdem peso, entretanto quando o programa termina voltam a ganhar todo o peso perdido e ainda com um saldo a mais.
Para perder peso, ganhar condicionamento físico e saúde, é preciso MUDAR HÁBITOS. Não deu para perceber nenhuma satisfação dos participantes ao fazer os exercícios propostos, ao contrário, ou eles estavam envolvidos em atividades competitivas ou fazendo exercícios com enorme sacrifício e desconforto. Dificilmente algum deles irá manter estas propostas quando o programa terminar. É quase a mesma coisa que a lipoaspiração que um dos participantes declarou ter feito. Voltaram os hábitos errados, voltou a gordura acumulada.
Seria ótimo se a excelente intenção do programa adotasse a proposta correta, tentando intervir dentro da rotina de vida de cada um, propondo exercícios e orientações de correção de hábitos nutricionais inadequados que pudessem ser bem aceitos e proporcionassem sua adoção definitiva. As atividades físicas propostas teriam que ser realizadas com prazer pelos participantes e a orientação nutricional corrigir as “imprudências”.
De qualquer forma devemos louvar a iniciativa da Globo, e quem sabe esperar que o próximo quadro tenha uma proposta mais adequada proporcionando ATINGIR E MANTER a medida certa.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s