A CREATINA E O IDOSO

A creatina é um suplemento nutricional que ainda hoje causa muitas dúvidas sobre seu consumo. Parte destas dúvidas e até um certo receio foram causadas pelo fato da creatina ter sido proibida pela ANVISA durante um período. Na verdade nunca ficou esclarecida a razão desta proibição, pois na literatura científica nunca existiu nenhum estudo que relatasse qualquer risco do seu consumo, desde que se respeitasse a dose recomendada.

Dentre os vários cientistas que estudaram este suplemento, um professor americano merece destaque. Trata-se do professor Melvin Willians, que para muitos é considerado o “pai da creatina”, em função do grande número de estudos que publicou sobre este suplemento.

O professor Melvin esteve no Brasil mais de uma vez, e recentemente veio proferir palestras sobre creatina a nosso convite. Ele, com 77 anos de idade, além de um cientista de renome é um corredor de maratonas e acumula na carreira esportiva um número impressionante de provas completadas. Para se ter uma ideia, ele é conhecido nos Estados Unidos como “a lenda” em função do seu currículo como corredor.

Nas suas palestras sobre creatina ele faz questão de enfatizar uma indicação fundamental para este suplemento. Baseado em inúmeros estudos científicos, a creatina é um suplemento de grande valia também para o idoso. A indicação é um consumo diário de 3 gramas, e a recomendação de associar o suplemento com exercícios com pesos.

O benefício da creatina é o de aumentar a síntese de proteínas musculares, o que para o idoso terá um benefício ainda mais importante. Certamente o indivíduo idoso tem na perda de massa muscular o fator mais importante no comprometimento de autonomia, maior risco de quedas e perda de qualidade de vida.

A associação da suplementação de creatina com a prática de exercícios, mesmo que de menor carga, pode proporcionar ao idoso uma importante melhora de capacidade funcional. Torna-se, portanto necessário desmistificar o receio do consumo deste suplemento, que desde que administrado na dose recomendada e associado à prática de exercícios  representa um nutriente capaz de proporcionar benefícios muito importantes.

Anúncios

6 thoughts on “A CREATINA E O IDOSO

  1. Boa noite Dr. Turibio,

    A creatina melhora a performance em exercícios aeróbicos, como o futebol ou somente em exercícios resistidos?
    Além disso, ela deve ser tomada quanto tempo antes do exercício?

    Obrigado.
    Breno.

    • Breno, boa noite
      O que é comprovado é o benefício associado aos exercícios resistidos
      Como o futebol exige um certo estímulo de força pode haver benefício
      O horário não tem muita importância, A necessidade é usar diariamente
      Abraço
      Turibio

  2. Olá Turíbio,

    tenho 26 anos, tenho boa saúde faço musculação.

    a minha nutricionista esportiva receitou hipercalórico, BCAA e Creatina. Essa mistura é saudável? para tomar creatina preciso fazer algum exame? obrigado.

    Ralph

  3. Também gostaria de saber se creatina ajuda a cair cabelo, se isso é verdade ou mito, e se é verdade que pode prejudicar o funcionamento dos rins. Desde ja obrigado !

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s